Na teoria tudo é uma maravilha

Quem mora em apartamento, assim como eu, deve ter escutado de vizinhos muitas coisas as quais preferiria que tivessem passado longe dos ouvidos. Comigo acontece o mesmo, e olha que vivi até agora em quatro apartamentos diferentes e, em todos eles, fui e sou expectadora de conversas e acontecimentos da desconhecida vizinhança que se faz […]

Leia mais

A arte da sedução

O vento lá fora uiva, atinge-me sentada no sofá da sala. Gélido, não consegue esfriar-me, tomada que estou pela lembrança sorrateira que ora chega e aquece o meu desejoso coração humano. Era uma manhã também gelada na cidadezinha de Penedo, interior de Alagoas, quando coloquei os pés para fora do carro e fui transportada para […]

Leia mais

Jogo de porcelana

Diminuiu o ritmo dos passos, pé ante pé, vagarosos, curtos, fracos. O quintal comprido ficou ainda maior diante da nova dificuldade que lhe surgia. Aproximou-se do muro em busca de apoio, virou-se à procura de alguém a quem pudesse suplicar por socorro. A voz abafada não alcançaria o tom necessário para fazer-se ouvir. Por sorte, […]

Leia mais

Tia única

O telefone tocou às nove da manhã de um domingo ensolarado. Atendi às pressas, pois estava atrasada para um encontro marcado para ocorrer no parque da cidade. Faria duas horas de caminhada para aproveitar o sol ao tempo em que movimentaria o corpo inerte e preguiçoso depois de meses encalhada num glorioso sedentarismo. Do outro […]

Leia mais

Demasiado humano

Do chá saía uma fumaça aromática cujo prenúncio evidenciava o gosto saboroso que em breve provaria. Acompanhando a bebida, numa vasilha pequenina ao lado da bandeja, estava um minúsculo pedaço de bolo que, apesar de adoçar o paladar, não seria suficiente para matar minha fome. Queria mais dele. Queria um pedaço bem grande e, sei, […]

Leia mais

Encontro dos tempos

Aos meus ouvidos soava uma música francesa levada até mim pelo vento suave que também desalinhava os meus cabelos. Nada entender do idioma que embalava a canção não fazia a menor diferença, pois o som da melodia foi suficiente para conduzir-me à França, que só conheço de nome e dos estudos de história e geografia. […]

Leia mais

Nome roubado

Nossa amizade surgiu de maneira arranjada e teve o início marcado por um evento festivo de rua. Nesse dia, estava muito desejosa de comparecer, mas não quis ousar ir sozinha, como mais tarde vim a fazer tantas vezes. Comentei com uma amiga sobre a vontade de estar no local da festa e a convidei para […]

Leia mais

Pobre cabeça de mulher

Pensou que eu estivesse por demais cheia de modéstia quando o informei não estar à altura de suas grandes questões e discussões. Os homens apresentam um aspecto peculiar ao dirigir-se a alguém do sexo oposto sobre quem consideram apta a tratar de igual para igual a respeito de assuntos sérios ou profundos. Refreio-os, antes que […]

Leia mais

A menor entre os maiores

No primeiro dia de aula das séries do ensino fundamental, a diretora do colégio reservava três cadeiras na primeira fila. Duas, em virtude de parentesco, para os seus netos gêmeos. A terceira, para mim, sob alegação de que era a menorzinha da turma e, caso ficasse sentada ao fundo da sala, não enxergaria o quadro, […]

Leia mais

Amanhã é outro dia

O dia está cinzento ou sou eu? Escancarei a janela do quarto e o vento frio acaricia minhas pernas cansadas enquanto escrevo. O homem bateu a porta e, avexado, desceu os degraus da escada com a mesma pressa de quem vai ao encontro de ópio após uma brevíssima abstinência. Nem mesmo tentei impedi-lo. Seria em […]

Leia mais