A miséria adora companhia

À frente do prédio onde moro há uma casa sobre a qual se tem notícias de que fora abandonada pelo possível proprietário. Um vizinho da quadra me informou que, na verdade, ela está sendo objeto de uma lide judicial que já dura alguns anos sem até agora ter-se encontrado uma solução que culmine em sua ocupação legalizada. A casa está ilegalmente habitada por pessoas presumivelmente … Continuar lendo A miséria adora companhia

Sem pai e sem paz

Acordei num sobressalto. Estava a sonhar com o meu pai que daqui a dois dias faria sessenta e um anos, caso estivesse vivo. Quando falecera, eu contava quinze anos de idade e era uma adolescente cheia de sonhos, os quais, adulta, ainda conservo. Crescer sem a presença constante da figura paterna sobre a qual uma menina costuma descansar por sentir-se protegida nunca me impediu de … Continuar lendo Sem pai e sem paz

O avião que é um bicho e eu que sou má pagadora de promessa

Dias atrás, meu irmão mais velho anunciou-me que faria uma viagem a São Paulo e a primeira preocupação que me veio à mente relacionava-se ao meio de transporte que o conduziria até o seu destino, ou seja, o avião. É que, acreditem ou não, tenho pavor desse bicho. Um pavor sem justo motivo, eu sei. Mas não hei de negar que os mistérios que o envolvem … Continuar lendo O avião que é um bicho e eu que sou má pagadora de promessa

A águia e a galinha, de Leonardo Boff

A águia e a galinha foram os animais escolhidos pelo autor para figurar como título desse livro e simbolizar duas dimensões da vida humana: a corpórea e a espiritual. Somos seres concretos, porque temos um corpo material, palpável, delimitado. Por outro lado, temos aspirações, sonhos e desejos que brotam do nosso espírito e extrapolam o território e o espaço desse mesmo corpo. A nossa dimensão … Continuar lendo A águia e a galinha, de Leonardo Boff

Minhas queridas, de Clarice Lispector

Trata-se de um livro epistolar, o qual contém as cartas escritas por Clarice Lispector às suas irmãs, Elisa e Tânia, no período em que a escritora viveu fora do Brasil para acompanhar seu marido, diplomata, Maury Gurgel Valente. Reli todas as cartas com a emoção de uma pessoa, que assim como Clarice, ama os irmãos. A coisa melhor da vida é ter irmãs. Não há … Continuar lendo Minhas queridas, de Clarice Lispector

As virtudes do fracasso, de Charles Pépin

Charles Pépin é filósofo, escritor e professor francês que, tendo observado, na Filosofia, a escassez de reflexões acerca do fracasso, resolveu dedicar toda uma obra com considerações a respeito desse tema. Ao apresentar o livro, o autor pondera que em nossa sociedade o fracasso não é algo visto com bons olhos, mas como uma fraqueza, uma falha. Enfim, ele não é encarado como prova de … Continuar lendo As virtudes do fracasso, de Charles Pépin